Conhecendo o Microsoft Storage Replica

Conhecendo o Microsoft Storage Replica

Segundo a Microsoft, o Storage Replica é uma feature do Windows Server 2016 que permite a replicação de volumes entre servidores ou clusters para recuperação de desastres. Em outras palavras, você irá criar um cluster utilizando o Failover Cluster e com a possibilidade de utilizar discos locais em cada um dos servidores, o mesmo que faria com VMware vSAN e/ou outras tecnologias hiperconvergentes de mercado.

O Storage Replica oferece suporte à replicação síncrona e assíncrona, sendo que a replicação síncrona espelha os dados em um site de rede de baixa latência com volumes consistentes com falha para garantir perda zero de dados no nível do sistema de arquivos durante uma falha. Já a replicação assíncrona espelha os dados entre locais além dos limites metropolitanos em links de rede com latências maiores, mas sem uma garantia de que os dois locais tenham cópias idênticas de dados no momento da falha.

Tipos de configurações suportadas

  • Stretched Cluster permite que cada servidor membro do cluster utilize os seus discos locais, depois é configurado a replicação de forma síncrona ou assíncrona com reconhecimento de sites. Este cenário pode utilizar Storage Spaces com armazenamento SAS compartilhado, LUNs conectadas a SAN e iSCSI. Ele é gerenciado com o PowerShell e a ferramenta gráfica do Failover Cluster Manager e permite failover de carga de trabalho automatizado.
Fonte: Microsoft
  • Cluster para Cluster permite a replicação entre dois clusters separados, em que um cluster é replicado de forma síncrona ou assíncrona com outro cluster. Esse cenário pode utilizar Storage Spaces Direct, Storage Spaces com armazenamento SAS compartilhado, LUNs conectadas a SAN e iSCSI. Ele é gerenciado com o PowerShell e requer intervenção manual para failover. O suporte para Azure Site Recovery desse cenário está agendado.
Fonte: Microsoft
  • Servidor para servidor permite a replicação síncrona e assíncrona entre dois servidores autônomos, usando Storage Spaces com armazenamento SAS compartilhado, LUNs conectadas a SAN e iSCSI e unidades locais. Ele é gerenciado com o PowerShell e o Failover Cluster Manager e requer intervenção manual para failover.
Fonte: Microsoft

É isso aí pessoal, em breve vou escrever uma série de posts sobre como configurar o Storage Replica em um ambiente de File Server com Stretched Cluster. Até mais!

Referencias:

Posts Relacionados

Ricardo Conzatti é especialista em TI e apaixonado por Virtualização. É graduado em Sistemas de Informação, pós-graduado em Gestão de TI e acredita muito na teoria da pirâmide de aprendizagem de William Glasser. Ricardo também é blogueiro, palestrante, podcaster e muito envolvido com comunidades técnicas. É líder do VMUG Paraná e host do vBrownBag Brasil, além de ser VMware vExpert e possuir várias certificações técnicas Microsoft e VMware. Você com certeza irá encontra-lo no twitter @RicardoConzatti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *