Configurando Hyper-V Failover Cluster com Storage Spaces Direct (S2D) no Windows Server 2016 – Parte 4

Configurando Hyper-V Failover Cluster com Storage Spaces Direct (S2D) no Windows Server 2016 – Parte 4

O intuito da parte 4 do passo a passo sobre como configurar o Hyper-V Failover Cluster com Storage Spaces Direct no Windows Server 2016 é habilitar e configurar o Storage Spaces Direct no Failover Cluster.

Para não ficar muito extenso, dividi o passo a passo em 5 partes:

Parte 1 – Pré-requisitos e Ambiente
Parte 2 – Rede e Storage 
Parte 3 – Failover Cluster
Parte 4 – Storage Spaces Direct (S2D) (você está aqui)
Parte 5 – Discos Virtuais / Volumes

Qualquer um que tenha trabalhado com Hyper-V Failover Cluster deve ter percebido que as três primeiras partes deste passo a passo não fogem muito de uma implementação padrão. Pois bem, agora começam as novidades, mas antes disso é necessário garantir que a rede, discos locais, Hyper-V e Failover Cluster estão configurados, operacionais e com a validação do cluster minimamente OK.

Por que a validação do cluster é importante? Por isso: “A cluster solution is supported by Microsoft only if you run all cluster validation tests, and all tests succeed (with or without warnings).”

Então vamos seguir. Agora iremos habilitar o Storage Spaces Direct (S2D) no cluster. Basta executar o comando abaixo:

Enable-ClusterS2D -AutoConfig:$true -SkipEligibilityChecks -CacheState Disabled -Confirm:$false

É importante frisar que os parâmetros SkipEligibilityChecks e -CacheState Disabled se fazem necessários por que os discos não são homologados para funcionar com o S2D e por isso foram reconhecidos incorretamente (o cluster não sabe definir quem é SSD e quem é HDD). Este é um ambiente de laboratório e por isso é aceitável, se no seu ambiente de produção for necessário estes parâmetros é possível que esteja fora da matriz de compatibilidade.

Agora que o S2D foi habilitado no cluster, é importante validar que está OK e com o cache desabilitado.

Get-ClusterS2D

CacheMetadataReserveBytes : 34359738368
CacheModeHDD              : ReadWrite
CacheModeSSD              : WriteOnly
CachePageSizeKBytes       : 16
CacheState                : Enabled
State                     : Enabled

Está tudo OK, então vamos ajustar o tipo dos discos para continuar com as configurações. Então primeiro vamos validar como estão os discos:

Get-PhysicalDisk | Select FriendlyName, CanPool, Size, MediaType | ft

FriendlyName        CanPool        Size MediaType
------------        -------        ---- ---------
VMware Virtual disk   False 42949672960 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 37580963840 Unspecified
VMware Virtual disk    True 37580963840 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 37580963840 Unspecified
VMware Virtual disk    True 37580963840 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 37580963840 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 37580963840 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified
VMware Virtual disk    True 37580963840 Unspecified
VMware Virtual disk    True 37580963840 Unspecified
VMware Virtual disk    True 53687091200 Unspecified

Todos os discos foram reconhecidos como “Unspecified”, então vamos pegar as informações que sabemos sobre os discos para realizar as alterações: sabemos que todo disco virtual de 50 GB é HDD e todo disco virtual de 35 GB é SSD, sendo assim vamos executar os comandos abaixo:

Get-PhysicalDisk | Where Size -EQ "53687091200" | Set-PhysicalDisk -MediaType "HDD"
Get-PhysicalDisk | Where Size -EQ "37580963840" | Set-PhysicalDisk -MediaType "SSD"

Agora vamos executar o comando de consulta para validar se está OK.

FriendlyName        CanPool        Size MediaType
------------        -------        ---- ---------
VMware Virtual disk   False 42949672960 Unspecified
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 37580963840 SSD
VMware Virtual disk   False 37580963840 SSD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 37580963840 SSD
VMware Virtual disk   False 37580963840 SSD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 37580963840 SSD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 37580963840 SSD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD
VMware Virtual disk   False 37580963840 SSD
VMware Virtual disk   False 37580963840 SSD
VMware Virtual disk   False 53687091200 HDD

Perfeito. Agora basta habilitar o cache nos discos marcados como SSD e depois habilitar no cluster S2D.

Get-StoragePool | Get-PhysicalDisk | ? MediaType -EQ "SSD" | Set-PhysicalDisk -Usage "Journal"

(Get-Cluster).S2DCacheDesiredState = 2

Os comandos não geram nenhuma saída, mas basta consultar o status dos discos e do S2D para validar que o cache foi habilitado.

Get-PhysicalDisk | Sort-Object FriendlyName | ft FriendlyName, HealthStatus, Size, MediaType, Usage

FriendlyName        HealthStatus        Size MediaType   Usage
------------        ------------        ---- ---------   -----
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      37580963840 SSD         Journal
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      37580963840 SSD         Journal
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      37580963840 SSD         Journal
VMware Virtual disk Healthy      37580963840 SSD         Journal
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      37580963840 SSD         Journal
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      37580963840 SSD         Journal
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select
VMware Virtual disk Healthy      37580963840 SSD         Journal
VMware Virtual disk Healthy      37580963840 SSD         Journal
VMware Virtual disk Healthy      53687091200 HDD         Auto-Select

E depois:

Get-ClusterS2D

CacheMetadataReserveBytes : 34359738368
CacheModeHDD              : ReadWrite
CacheModeSSD              : WriteOnly
CachePageSizeKBytes       : 16
CacheState                : Enabled
State                     : Enabled

Tudo certo. Já temos o S2D habilitado no Failover Cluster com o cache OK. No próximo post vamos configurar os volumes CSV onde ficarão armazenadas as máquinas virtuais.

É isso aí pessoal, acompanhe os próximos posts. Valeu e até mais!

Ricardo Conzatti é especialista em TI e apaixonado por Virtualização. É graduado em Sistemas de Informação, pós-graduado em Gestão de TI e acredita muito na teoria da pirâmide de aprendizagem de William Glasser. Ricardo também é blogueiro, palestrante, podcaster e muito envolvido com comunidades técnicas. É líder do VMUG Paraná e host do vBrownBag Brasil, além de ser VMware vExpert e possuir várias certificações técnicas Microsoft e VMware. Você com certeza irá encontra-lo no twitter @RicardoConzatti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *