Recomendações sobre LUNs para Virtualização

Recomendações sobre LUNs para Virtualização

# Read this post in english
Na grande maioria dos projeto de virtualização, independente do hypervisor, percebo que existem muitas dúvidas referente ao tamanho e quantidade das LUNs. Muitos administradores optam pela consolidação, outros preferem o isolamento. Abaixo descrevo as características, vantagens, desvantagens e recomendações sobre a criação de LUNs para ambientes virtualizados.

Isolamento
No armazenamento isolado, cada máquina virtual, independente do seu tamanho ou importância para os negócios, possui uma LUN exclusiva. Em alguns casos, a mesma máquina virtual chega a ter duas ou mais LUNs, utilizadas para as unidades C e D, por exemplo. Mantendo uma máquina virtual por LUN é possível obter uma melhora no desempenho, pois não existe concorrencia na LUN, por outro lado pode-se chegar aos limites máximos suportados pelo hypervisor, além de existir uma má utilização dos recursos, pois o espaço livre em uma LUN não poderá ser utilizado por outra máquina virtual.
Um ambiente com 100 máquinas virtuais torna-se complexo e dificulta muito a administração, pois o storage terá 100 LUNs e o hypervisor 100 datastores/volumes, ou seja, antes de criar uma nova máquina virtual, é necessário criar uma nova LUN, apresentar para o hypervisor e configura-la.

Vantagens

  • Caso ocorra algum problema com a LUN, irá afetar apenas uma máquina virtual;
  • Possível melhora no desempenho, não existe concorrência na LUN.

Desvantagens

  • Má utilização dos recursos;
  • Ambiente complexo;
  • Muito tempo dedicado ao gerenciamento e manutenção do ambiente.
isolation-vm
Fonte: VMware

Consolidação
No armazenamento consolidado, todas as máquinas virtuais são armazenadas em uma unica LUN. Com esta configuração, existe um melhor aproveitamento dos recursos, na manutenção e também na gerencia do ambiente. Por outro lado, a concorrência na LUN é grande, podendo causar a redução no desempenho das máquinas virtuais.
Um ambiente com 100 máquinas virtuais torna-se simples e facilita a administração, pois o storage terá apenas uma LUN e o hypervisor um único datastore/volume.

Vantagens

  • Melhor utilização dos recursos;
  • Ambiente simples;
  • Gerenciamento e manutenção facilitados.

Desvantagens

  • Caso ocorra algum problema com a LUN, irá afetar todas as máquinas virtuais;
  • Possível redução no desempenho, muita concorrência na LUN.
consolidation-vm
Fonte: VMware

Ok, qual o tamanho das LUNs e tipo de armazenamento devo utilizar?
É possível perceber que a vantagem de um tipo de armazenamento é a desvantagem do outro, sendo assim, não é possível adotar um padrão do tipo de armazenamento e nem do tamanho da LUN, tudo depende do ambiente e das necessidades. A VMware recomenda a utilização de um mix entre os tipos de armazenamento, tendo armazenamento consolidado com um pouco de isolamento, desta forma, as LUNs podem ser grande o suficiente para armazenar uma quantidade X de máquinas virtuais, mas isso depende também do hardware (tamanho do disco , rpm, controladores, cache, etc) e das máquinas virtuais (evitar armazenar servidores SQL e servidores Exchange na mesma LUN, por exemplo). A maioria dos fabricantes sugere efetuar uma analise completa do ambiente, tendo em vista o hardware, necessidades e perspectivas de crescimento, para depois poder estipular a quantidade e o tamanho das LUNs.
Existem alguns cuidados que devem ser tomados antes e depois da criação das LUNs:

  • Conhecer as limitações do hardware;
  • Conhecer o tamanho e quantidade das máquinas virtuais, além de estimar a possibilidade de crescimento;
  • Separar as LUNs por grupos, dividindo os protocolos de transporte (NFS, iSCSI, FC, etc), discos (SATA, SCSI, SAS, SSD, etc) e máquinas virtuais que necessitam mais I/O;

Existem também algumas ferramentas (thinkingloudoncloudyellow-bricks) que auxiliam nesta decisão, porém, a melhor ferramenta é aliar o conhecimento do ambiente e necessidades ao bom senso.

Valeu!

Referências:

Posts Relacionados

Ricardo é especialista em TI e apaixonado por Virtualização. É graduado em Sistemas de Informação e pós-graduado em Gestão de TI, além de possuir várias certificações Microsoft e VMware.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *