Configurando a rede para o VMware vSAN

Configurando a rede para o VMware vSAN

A ideia deste post é detalhar as configurações necessárias da rede do VMware vSphere para implantar o VMware vSAN com sucesso.

Eu utilizei três hosts ESXi 6.0 nested (recomendo ler o post Configurando o ESXi Nested no VMware vSphere 6) e um vCenter Server 6.0. Cada host ESXi está com as configurações abaixo:

  • Network
    • 2 interfaces de rede para LAN (VDS-LAN)
    • 2 interfaces de rede para vSAN (VDS-VSAN)
  • Storage
    • 1 disco de 12GB (sistema operacional – ESXi)
    • 2 discos de 20GB (cache do vSAN – SSD)
    • 2 discos de 40GB (armazenamento do vSAN)

Neste laboratório utilizaremos um VDS exclusivo com 2 interfaces de rede por host ESXi dedicadas para o trafego do vSAN. Leia mais sobre os requerimentos e design de rede para o vSAN.

Após criar o cluster e adicionar os hosts ESXi, vamos ajustar os discos. Sabemos que discos SSD são pre-requisito para configurar o vSAN, porém, neste ambiente eu não possuo nenhum SSD, por isso precisarei “mentir” para o ESXi que os meus 2 discos de 20GB são SSD. Para fazer isso clique no host ESXi > Manage > Storage > Storage Devices > selecione o dispositivo em questão > clique no ícone do Flash (letra F). Repita este procedimento em todos os hosts ESXi e em todos discos que você utilizará como SSD.

Lembre-se: isso é um ambiente de laboratório, não minta desta forma em ambientes produtivos.

Criar vSphere Distributed Switch (VDS)

Vamos criar o VDS para o vSAN. Clique em Networking > Data Center (Solutions4Crowds) > Distributed Switch > New Distributed Switch. Digite o nome do novo VDS, no meu caso será VDS-VSAN.

Selecione a versão do VDS, aqui será a 6.0.0.

Defina a quantidade de uplinks. Eu estou com duas interfaces de rede dedicadas pra isso, por isso selecionei 2 uplinks. O Network I/O Control (NIOC) pode ou não estar habilitado. Neste caso não precisaria por que as interfaces de rede são dedicadas para o vSAN.

Revise as configurações e clique para criar o novo VDS.

Criar Port Group

Agora vamos criar um novo port group chamado de VSAN. Para isso clique com o botão direito no VDS recém criado e clique em Distributed Port Group > New Distributed Port Group.

Pode deixar essas configurações no padrão. Caso estiver usando VLAN para o vSAN, defina no campo VLAN type. Selecione o checkbox “Customize default policies configuration”.

Em Teaming and failover, defina um dos uplinks como ativo, enquanto o outro fica em standby.

Confira se está tudo OK e clique para criar o novo port group.

Adicionar hosts ESXi no VDS

Agora que já criamos o VDS e port group, vamos adicionar os hosts ESXi. Clique com o botão direito no VDS que foi criado e selecione a opção Add and Manager Hosts. No wizard que abrir, clique em Add hosts.

Clique em New hosts e selecione os seus hosts ESXi.

Marque os checkboxes “Manage physical adapters” e “Manage VMkernel adapters”, dessa forma já podemos adiciona-los neste wizard.

Selecione as interfaces de rede de cada host ESXi que serão os uplinks deste VDS. No meu caso é a vmnic4 e vmnic5. Clique em next para continuar o wizard.

Criar VMkernel

Agora você vai selecionar um host ESXi e clicar em New adapter. É necessário repetir esse passo em todos os hosts que compõem a solução de vSAN. Em Select an existing network clique em browse e selecione o port group que acabamos de criar, no meu caso chama-se VSAN.

Agora marque o checkbox “Virtual SAN traffic”.

Defina o endereço IP e mascara que será utilizado pelo VMkernel do vSAN.

Confira se está tudo OK e clique para criar o novo VMkernel.

Após adicionar o VMkernel em todos os hosts, clique em next para seguir o wizard.

Confira se está tudo OK e clique para adicionar os hosts ESXi no VDS, adicionar os uplinks e criar os VMkernels.

Jumbo Frames

Para melhorar o desempenho do vSAN é possível habilitar o jumbo frames (MTU 9000). Para que isso funcione corretamente lembre-se de validar se os seus switches físicos suportam e estão configurados corretamente. No lado do VMware vSphere basta alterar o valor do MTU de 1500 para 9000 no VDS (ou VSS) e também no VMkernel.

VDS – clique com o botão direito no VDS do vSAN > settings > edit settings > advanced > MTU (bytes) > mude para 9000.

VMkernel – selecione o host ESXi em questão > Manage > VMkernel adapters > selecione o vmkernel do vSAN > edit > NIC settings > mude para 9000. Repita este procedimento em todos os hosts que compõem a solução de vSAN.

Para testar, efetue login via SSH em um dos hosts ESXi e utilize o comando vmkping -I vmkX -d -s 8972 IP.

vmkping -I vmk1 -d -s 8972 192.168.0.202

É isso aí pessoal, até a próxima!

Posts Relacionados

Ricardo é especialista em TI e apaixonado por Virtualização. É graduado em Sistemas de Informação e pós-graduado em Gestão de TI, além de possuir várias certificações Microsoft e VMware.

3 thoughts on “Configurando a rede para o VMware vSAN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *