Configurando o VMware vSAN iSCSI Targets

Configurando o VMware vSAN iSCSI Targets

Já ouvi muitos clientes reclamarem que não podem migrar para soluções hiperconvergentes por que ainda possuem máquinas físicas que estão conectados em um storage. Uma forma simples de resolver este “dilema” é utilizar o VMware vSAN iSCSI Targets, com isso é possível habilitar um iSCSI Server em um cluster vSAN permitindo expandir o armazenamento vSAN para os servidores físicos.

Pré-requisitos

  • Ter um Cluster com o vSAN habilitado e configurado corretamente;
  • Rede dedicada para o trafego iSCSI (port group / vmkernel / vmnic);
  • Não é bem um pré-requisito, mas eu recomendo fortemente a leitura do KB 2148216.

O primeiro passo é selecionar o cluster vSAN > Configure > iSCSI Targets > Edit.

Basta habilitar o vSAN iSCSI Target Service e selecionar o vmkernel responsável pelo iSCSI. Teoricamente você pode utilizar qualquer vmkernel, mas para ter melhores resultados é preferível seguir as recomendações dos pré-requisitos.

Definir o alias do target (vSAN-Target) e criar a primeira LUN.

Após criar você verá uma tela semelhante a esta.

Agora é necessário selecionar o cluster vSAN > Configure > iSCSI Initiator Groups > +, criar um novo grupo e adicionar o IQN dos servidores. No caso de servidores Windows, você encontra o IQN nas propriedades do iSCSI Initiator.

Ainda em iSCSI Initiator Groups, selecione o Group Name (Windows) e selecione a aba Accessible Targets. Clique em + para associar o Target IQN / Target Alias com o grupo.

Após associar você verá uma tela semelhante a esta.

Para configurar o disco iSCSI no Windows Server, recomendo ler o post Adicionando dispositivos iSCSI no Windows Server. Feito isso, já é possível verificar o novo disco no Disk Manager.

É isso aí pessoal. Até a próxima!

Referências

Posts Relacionados

Ricardo é especialista em TI e apaixonado por Virtualização. É graduado em Sistemas de Informação e pós-graduado em Gestão de TI, além de possuir várias certificações Microsoft e VMware.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *